Na Rocinha (RJ) o Empreendedorismo anda à 1.000 por hora!

A Comunidade que não dorme e é uma grande lição de vida: empreendedorismo vivo!

Impressionante. Estupenda. Maravilhosa. Espetacular. Acolhedora.

Estes são apenas alguns adjetivos para definir minha estada, nestes últimos 15 dias, nesta comunidade que, na lembrança, trazia cenas de guerras entre facções e tiroteios e que, graças a implantação da UPP e boa vontade dos habitantes, já não existe mais e vive o paradoxo de situar-se entre a Gávea e São Conrado, dois dos bairros mais nobres do Rio de Janeiro.

Quando é que eu poderia imaginar que uma pequena empresa, dentro de uma comunidade, contrata-se um serviço desta envergadura e desta complexidade? Nunca, na vida, me imaginei realizando um trabalho de Consultoria em uma empresa de comunidade. Caminhando… vivendo e aprendendo sempre.

Não é questão de preconceito não, apenas não temos (ou tenho), na maioria das vezes, a ideia de que o desenvolvimento de empresários e empreendedores atinge qualquer empresa, de qualquer ramo de negócio e qualquer tamanho, em qualquer parte deste grande Brasil e que, para isso, basta ter atitude e visão empreendedora. Aprendi mais uma grande lição da vida.

Há pouco mais de um mês, quando um dos membros de um grupo que administro no Face, com um pouco mais de 40.000 membros, começou a me fazer várias perguntas a respeito do seu negócio e com um ávido interesse em aprender mais, não imaginava, nem por um segundo, que o mesmo, junto com seu sócio, pessoas comuns mas com visão de empresários empreendedores, sem formação universitária mas com atitude, pudessem, rapidamente passarem da ideia para a ação. Até que, no meado de Julho, após um rápido bate papo pelo Skype, a surpresa: poucas horas depois de nossa conversa, ele e seu sócio decidiram implementar o Sistema de Gestão de Qualidade ISO 9001 e organizar a empresa e seus colaboradores por meio da minha consultoria.

A empresa, que nasceu em 2011, cresceu, com investimentos constantes em fibra óptica e tecnologia, se destacou pela performance e por ser a primeira, da comunidade, a ter o seu registro homologado pela ANATEL, por estas inovações conquistou milhares de clientes, embora sem conhecimentos de administração foram, os dois sócios, Samuel e Asafe, caminhando a passos largos para conquistar, ainda mais, o seu lugar ao sol.

E como eles, exemplos de perspicácia e atitude, centenas de outros pequenos empresários e empreendedores, dentro desta comunidade, pensam da mesma forma, ávidos por conhecimentos e informações a respeito de empreendedorismo.

A Estrada da Gávea, principal meio de acesso a esta comunidade, com centenas de becos e vielas, que agrega mais de 200.000 habitantes, em apenas 15 km2, concentra centenas de micros, pequenas e médias empresas que fazem do lugar uma estupenda fonte de renda para todos.

Milhares de pessoas, em sua maioria nordestinos, vivem e trabalham ali. Centenas de moto taxis fazem o transporte diário, hoje totalmente regularizado, dos moradores. O comércio, em sua maioria, trabalha no horário comercial mas, algumas dezenas, funcionam 24 HORAS! E se orgulham muito disso, dizendo que a é única comunidade no Brasil a fazer isso. Várias pessoas, de bairros adjacentes, vão até a Rocinha para comprar alguma coisa, mesmo durante a noite, aquecendo o comércio local, com centenas de ramos de atividades.

Cada cantinho ou garagem, nesta estrada, é um excelente local para qualquer tipo de comércio ou serviço, é impressionante. Se uma loja fecha hoje, amanhã já tem outra no mesmo local. Viajo muito e, por onde passo, vejo vários imóveis sendo alugados, vazios, durante muito tempo, lá isso não acontece, tamanha a rapidez e necessidade de outros empresários expandirem ou iniciarem um negócio.

O movimento turístico é fantástico, vi grupos de americanos, europeus e japoneses conhecendo o lugar, em caminhões adaptados para passeios turísticos, jipes ou mesmo andando, tirando várias fotos e filmando as ruas, as pessoas e a arquitetura urbanista, que realmente impressiona. Não faço a mínima ideia de como conseguem, sem engenheiros, fazer uma estrutura que suporte 5, 6 e até 7 casas, uma em cima da outra, sem que corram o risco de cair: é impressionante!

A Net Rocinha, empresa onde realizei este trabalho, tem mais de 100Km de rede de fibra óptica para fornecimento de internet e, junto com algumas ONGs, realiza trabalhos sociais na comunidade, bem como outras empresas e igrejas da mesma. Este é um espetacular exemplo de que a união faz a força, juntos, habitantes e empresários trazem o que tem de mais avançado, para que todos possam otimizar a qualidade de vida, resultando em um conjunto maravilhoso de integração e boa vontade.

Nesta mesma estrada, na curva do “S”, muito acentuada, os grandes veículos, ônibus e caminhões, tem que trocar de “mão”, no sentido da via, para que continuem o seu caminho e consigam fazer a mesma, ainda não tinha visto isso no Brasil. O interessante é que isto, já por ser comum na mesma, faz com que todos os veículos acompanhem e saiam da mão direita e vão para a esquerda, e vice-versa, para conseguirem trafegar sem bater. É maravilhoso este entendimento e colaboração mútua para que não ocorra nenhum acidente e não prejudique a subida ou descida de centenas de veículos e motos que trafegam pela estrada a cada hora.

Neste período tive o prazer e a honra de conhecer pessoas simples, humildes, lindas, de várias etnias e credos, com um grande desejo de transformar a comunidade em um lugar cada vez melhor. Pessoas lutadoras, empreendedoras, criativas e que, apesar de todo o sacrifício que enfrentam no dia a dia, sempre têm um sorriso e uma palavra amiga para dividir com os demais. Conheci até um maranhense que trabalhou em Laranjal do Jari, município de Macapá, onde também tive o prazer de trabalhar em algumas auditorias, mundo pequeno!

O presente artigo é apenas para mostrar um pouco da realidade desta comunidade e deixar registrado o meu sincero agradecimento pela agradável acolhida que tive pelos membros da mesma, pela empresa que visitei e seus colaboradores, que ajudam a concretizar o sonho dos habitantes e pela oportunidade de, continuadamente, aprender mais alguma coisa, não importa o lugar: sempre existem empresários e empreendedores que lutam, trabalham criativamente e têm visão para aprenderem e se profissionalizarem cada vez mais, trazendo novas tecnologias, conhecimento, transformação e melhoria para o bairro.

Meus sinceros parabéns a todos, empresários e moradores, que, realmente, encheram meu coração de esperanças em um mundo cada vez mais promissor, apesar de todos os obstáculos e adversidades que a vida nos impõe, independentemente de onde estejamos.

Continuem assim, fazendo do seu exemplo um mundo cada vez mais digno e melhor!

Um grande e fraternal abraço a todos! Vamu Q vamu!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima